top of page
Buscar

Estudo de Perito Criminal vai ajudar a prevenir acidentes de trânsito no DF

Um perito criminal da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) criou um mecanismo capaz de prever locais e períodos de tempo com maior probabilidade de ocorrências de acidentes de trânsito nas ruas do DF. O estudo de Vinícius Lima analisa também se o clima, com maior ou menor incidência de chuvas, afeta diretamente no número de acidentes fatais na capital federal.

Vinícius é doutorando em Ciências de Dados no Polytechnic Institute of Purdue University, nos Estados Unidos. Desde 2019, peritos criminais do DF trabalham com a coleta digital de informações a respeito de acidentes graves ou fatais. Essas informações permitiram a criação de um banco de dados, que tornou possível a análise de risco por meio de gráficos e softwares. Com base nesses dados é que Vinícius vem desenvolvendo a sua tese de doutorado.

“É um trabalho iniciado no final de 2020. Era apenas um estudo simples, na perícia, mas começamos a reparar que, de fato, acontecia os mesmos acidentes, nos mesmos lugares. Deixou de ser uma intuição e começamos a observar um padrão e, daí, surgiu a motivação para esse trabalho”, explica Vinícius.

No entanto, o projeto ainda está em fase inicial. O banco da inteligência artificial possui, no momento, dados a partir de 2019, considerado pouco pelo especialista para uma análise mais precisa. “É, sim, possível prever a localidade e a quantidade de acidentes, mas é um estudo inicial. Ainda temos poucos dados”.

De acordo com Vinícius, a proposta é ajudar “as autoridades de trânsito a intervirem nas regiões” com maior incidência. “A ideia é evoluir mais esses algoritmos antes de ser usado. É precipitado usar uma quantidade pequena de dados. Até dá uma ideia boa, mas ainda é muito pouco”, finaliza.


Regiões com mais acidentes

Em 2020, a Seção de Delitos de Trânsito criou uma ferramenta de visualização dos dados em tempo real. É possível identificar informações como os modelos e marcas de veículos mais envolvidos nas colisões e as regiões com concentração de acidentes.

Já em 2021, com suporte desta ferramenta, foi feito um estudo onde se percebeu três regiões com grande concentração de acidentes no ano de 2020. Após analisar laudos dessas regiões e consultar os peritos criminais responsáveis pelos acidentes dessas localidades, percebeu-se um certo padrão de acidentes em cada uma dessas regiões.


Esse estudo foi descrito no Laudo de Inteligência Pericial, o qual foi encaminhado aos diretores da PCDF e, posteriormente, às autoridades de trânsito como Detran-DF e DER-DF. Com o desenvolvimento da nova ferramenta que será possível a partir de sua tese de mestrado, Vinícius Lima espera contribuir para melhorar o trânsito na capital evitando a ocorrência de acidades graves e fatais.

A pesquisa concluiu que acidentes graves ou fatais não parecem ser afetados pelas condições climáticas, hora ou mês. Já a localização é o fator principal para identificação de concentração de acidentes. Assim, o perito entende que as autoridades devem focar em melhorar as condições da via.

Outra conclusão é que Inteligência Artificial (IA) e Aprendizado de Máquina (Machine Learning) podem ser ferramentas úteis no estudo de acidente de trânsito.



26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page